quinta-feira, 18 de agosto de 2022 - 18/08/2022 00:51:21
Portal Útil

Se você é como a maior parte do povo brasileiro, provavelmente adora um cafezinho.

Ao acordar, ao longo da manhã, após o almoço, com um bolo no meio da tarde: as ocasiões de consumo do café são inúmeras — e muito saborosas

E, apesar de que todo excesso pode fazer mal, sua saúde agradece o consumo de café: porque o café é rico em polifenóis, sendo a principal fonte de antioxidantes de populações de diversos países.

Além disso, o café também pode aumentar o metabolismo e te ajudar a queimar mais calorias.

Sem contar que o alto consumo de café é correlacionado a uma menor mortalidade — por todas as causas.

Tomar café faz bem para saúde

No entanto, muitas pessoas temem pela sua saúde ao consumir café.

Afinal de contas, elas ouviram dizer que o café diminui a absorção de ferro.

Mas será verdade mesmo? Vamos entender esta questão.

O que este artigo aborda:

Café diminui a absorção de ferro?

Muitas pessoas ouvem dizer que o café diminuiria a absorção de ferro.

Nesse contexto, é comum que muitas pessoas abandonem o café em meio a lágrimas de tristeza — afinal de contas, ninguém quer ficar deficiente em ferro, não é mesmo?

E a verdade é que sim: o café diminui a absorção de ferro.

A primeira é a seguinte: você está com baixo ferro? 

Para certas populações (o que inclui, por exemplo, a maioria dos homens, e das pessoas que não menstruam, nem doam sangue), o risco de uma deficiência de ferro é relativamente baixo.

Por isso, sempre é útil falar com seu médico e fazer exames de sangue frequentemente — para aferir eventuais deficiências e poder corrigi-las.

Já no caso de boa parte das pessoas (e, especialmente, no caso das mulheres), existe uma tendência generalizada a ter baixos níveis de ferro. 

Curiosamente, é justamente essa população que tende a comer menos de alimentos ricos em ferro (especialmente alimentos como a carne vermelha, e órgãos como fígado).

Estes alimentos são fontes do ferro mais biodisponível que temos (o chamado ferro heme).

Alguns alimentos de origem vegetal (como o feijão) também contêm ferro.

No entanto, ele é um outro tipo de ferro (ferro não-heme), que não é igualmente biodisponível para nós.

Desta forma, se você tem uma dieta rica em ferro (especialmente de alimentos como carnes e vísceras), dificilmente tem de se preocupar com o impacto do cafezinho.

Além do mais, esse impacto só acontece de maneira significativa quando você ingere o café junto com a refeição.

Desta forma, tomar café pela manhã, e comer carne no jantar, não vai trazer impacto negativo algum.

Um detalhe muito importante a se considerar é o seguinte: não suplemente ferro sem falar com seu médico. 

É muito difícil exagerar no ferro comendo carne e fígado (mesmo se você não menstruar e não doar sangue). 

Mas, quando você abusa de suplementos alimentares, é relativamente fácil exagerar — e o ferro em excesso também faz mal à saúde.

Neste caso, note que, se você fizer uma dieta sem alimentos de origem animal (como uma dieta low-carb vegetariana), pode ser difícil ingerir todo o ferro necessário por meio da alimentação.

Neste contexto, sim, pode fazer sentido suplementar — e mesmo organizar os horários em que você vai tomar o café, para evitar problemas.

Mas lembre-se de que o primeiro passo, nesse caso, é se consultar com um profissional de saúde de sua confiança, para que vocês possam juntos decidir a respeito de quais condutas fazem sentido para o seu contexto.

Resumindo: O café pode fazer bem à saúde em muitos contextos, e poucas pessoas têm de se preocupar com o impacto na absorção de ferro.

Mas, se você for uma delas (por exemplo, se for vegetariana ou tiver alguma outra condição de saúde), fale com seu médico para decidir se o café pode estar tendo algum impacto nesse cenário, ou se suplementos ou uma dieta específica podem ser mais indicados no seu caso.

Alessandra Pereira

Nutricionista com atuação em consultório na área de saúde da mulher, emagrecimento, diabetes e resistência a insulina. Meu foco é promover saúde e qualidade de vida na prevenção e tratamento de doenças. Sou pós-graduada em nutrição clínica e metabolismo e pós-graduada em nutrição funcional.

1

Pode ser do seu interesse

Realçador de sabor umami

Realçador de sabor umami

Bebidas de café: 7 opções gostosas

Bebidas de café: 7 opções gostosas

Como conciliar trabalho casamento e filhos

Como conciliar trabalho casamento e filhos

Como calcular horas extras?

Como calcular horas extras?

Como fazer minha empresa vender mais?

Como fazer minha empresa vender mais?

Como se tornar blogueira de viagem? Entenda

Como se tornar blogueira de viagem? Entenda