quarta-feira, 17 de agosto de 2022 - 17/08/2022 22:17:37
Portal Útil

Quer uma receita para se aquecer do frio? Se sim, é bem provável que uma das primeiras receitas que devem ter passado pela sua mente são as sopas, certo? Afinal de contas, elas já são muito conhecidas para essa finalidade. Mas que tal dar uma chance para uma outra?

Ainda que não tão popular quanto a sopa, a verdade é que a receita de músculo ao vinho também é uma excelente alternativa para quando o clima está mais frio. E é por isso que nesse artigo iremos lhe ensinar todo o preparo dessa delícia!

No Brasil, o consumo do vinho já se tornou muito comum durante as épocas mais frias do ano. E essa prática se tornou muito famosa porque a bebida é mesmo capaz dar aquela sensação calorosa, ainda que servida em baixa temperatura.

Então, que tal aliar essa bebida a uma carne de músculo, para mantê-lo bem aquecido e com uma excelente experiência gastronômica?

O que este artigo aborda:

O que é carne de músculo?

Antes, é interessante que você saiba o que é carne de músculo, já que a grande maioria das pessoas não entendem muito bem do que se trata.

Receita de músculo ao vinho

Em suma, trata-se tanto da parte dianteira como traseira da coxa do animal. Essa peça mede cerca de 30 centímetros, quase que inteiramente cilíndrica.

No entanto, é muito comum encontrar cortada de forma transversal, em várias peças. Ademais, deve ter um longo osso preenchido com na medula que percorre todo o comprimento da haste.

Mas, em relação aos cortes de carne relacionados ao músculo bovino, há três opções, sendo elas:

  • Músculo de primeira: provém do quarto traseiro, sem gordura ou nervos.
  • Músculo do dianteiro: trata-se da parte superior das pernas da frente do gado, ideal para sopas, molhos, carnes de panela, refogados ou ensopados.
  • Músculo traseiro: são os músculos da perna, canela, músculo duro ou músculo de segunda. Ou seja, são as partes inferiores das pernas bovinas.

Inclusive, é bom salientar que a carne de músculo é muito nutritiva, haja vista que oferece uma série de benefícios à saúde.

Fora isso, também tem bastante colágeno, o que contribui para a formação de tecidos, além de fortalecer os cabelos e unhas. Por consequência, também ajuda a evitar o enfraquecimento dos tendões e ligamentos.

Então, a receita de músculo ao vinho, além de ser gostosa e ótima para o frio, também é muito nutritiva. Para saber como fazer, é só continuar nos próximos parágrafos.

Como fazer músculo ao vinho?

É bom destacar que a receita cai muito bem com algumas bebidas, em especial o vinho, já que você vai utilizar esse ingrediente.

Mas tome cuidado para saber fazer a harmonização. Caso utilize o branco, o ideal é que você se sirva do mesmo tipo para acompanhar.

Agora, se usar o tinto, pegue a sua taça de vinho tinto cristal e aproveite para saborear com essa receita. Falando sobre a receita, é bem fácil.

Abaixo, confira os ingredientes para preparar essa receita de músculo ao vinho:

  • 1kg de músculo em cubos;
  • 1 e 2/3 copos de vinho tinto;
  • 1 cebola média picada;
  • 2 dentes de alho;
  • 1 cenoura;
  • 3/4 xícaras de chá de salsão;
  • Salsinha a gosto;
  • Tomilho a gosto;
  • Louro a gosto;
  • Pimenta preta em grão a gosto;
  • 1 colher de sopa de azeite;
  • 3 e 1/3 xícara de chá de farinha de trigo;
  • 1/4 copo de óleo de soja;
  • 4 e 2/3 xícaras de chá de cebola bolinha;
  • 250 gramas de cogumelo;
  • Salsinha a gosto para decorar;
  • 1 caixa de molho de tomate.

Modo de preparo

Tendo reunido todos esses ingredientes, tudo o que você deve fazer é:

  1. Primeiro você deve temperar o músculo com vinho, cebola, alho, sal, cenoura, salsão, salsinha, louro, tomilho, pimenta e azeite. Deixe tudo marinando por 24 horas;
  2. Em seguida, remova o músculo da marinada, passe na farinha de trigo e deixe dourar em um pouco de óleo, sempre selando a carne de todos os lados;
  3. Feito isso, junte o caldo da marinada à carne que está na panela. Cozinhe em fogo baixo por quatro horas, até ficar bem macia. Se porventura secar, é só adicionar água;
  4. Cerca de 45 minutos antes de finalizar o cozimento, tire a carne, passe os ingredientes da marinada em uma peneira e, depois, retorne à panela. Junte as cebolinhas inteiras e o cogumelo paris cortado em fatias finas;
  5. Em seguida, é só acrescentar o músculo e, caso prefira, elimine um pouco da gordura;
  6. Acerte o sal e a pimenta. Se quiser quebrar um pouco do gosto do vinho, é só acrescentar uma caixa de molho de tomate;
  7. Deixe ferver por mais 45 do cozimento e pronto!

Alessandra Pereira

Nutricionista com atuação em consultório na área de saúde da mulher, emagrecimento, diabetes e resistência a insulina. Meu foco é promover saúde e qualidade de vida na prevenção e tratamento de doenças. Sou pós-graduada em nutrição clínica e metabolismo e pós-graduada em nutrição funcional.

1

Pode ser do seu interesse

Tomar vitaminas por conta própria faz mal?

Tomar vitaminas por conta própria faz mal?

Reconhecimento facial: como funciona e quais suas aplicações

Reconhecimento facial: como funciona e quais suas aplicações

Onde é Milão? Conheça a capital da moda

Onde é Milão? Conheça a capital da moda

Tipos de iluminação para cada ambiente

Tipos de iluminação para cada ambiente

Colágeno da Nestlé é bom? Entenda

Colágeno da Nestlé é bom? Entenda

Tatuagem de Breaking Bad

Tatuagem de Breaking Bad