segunda-feira, 15 de agosto de 2022 - 15/08/2022 19:58:17
Portal Útil

Gerenciar o estoque exige um controle eficiente sobre as entradas e saídas de mercadorias, bem como do período que ficam armazenadas. Para evitar que os itens estraguem nas prateleiras da empresa, existem metodologias que focam em acelerar a rotatividade de estoque e evitar desperdícios. 

O método FIFO (First-In-First-Out), conhecido no Brasil como PEPS ‘’Primeiro que Entra, Primeiro que Sai’’, visa diminuir o tempo de permanência do produto no estoque e organizar a ordem como serão comercializados. 

O que este artigo aborda:

O que é FIFO? 

O FIFO é uma estratégia de organização de estoque que determina que o primeiro produto a entrar é o primeiro a sair, diminuindo as chances dos materiais perderem o prazo de validade no estoque. 

É muito utilizado por indústrias, distribuidoras e até por e-commerces que trabalham com produtos perecíveis, como alimentos, por exemplo. Dessa forma, uma fila é estruturada, definindo os lotes que devem acabar antes que outro comece a ser comercializado. 

Para que serve o FIFO?

O método FIFO é aplicado para reduzir os custos, desperdícios e erros na gestão de estoque, visando ser mais eficiente e preciso na logística. Segue uma metodologia básica de organização, que diz que o primeiro produto que chega na empresa, deve ser o primeiro a sair pelos pedidos de venda. 

Método FIFO na gestão de estoque

Parece um processo lógico, mas na prática se o estoque estiver mal organizado, ou se não houver gestão alguma, os produtos que chegam depois ficarão acima dos que já estão armazenados e mais acessíveis para serem enviados à expedição

Como aplicar o FIFO?

Aplicar o método FIFO é simples e pode resolver os problemas relacionados a prejuízos por estoque parado, ou até mesmo aumentar a eficiência da sua expedição e dos seus prazos de entrega. 

Para aplicar o FIFO na prática, você precisa definir uma capacidade máxima de estoque e uma quantidade mínima, assim você sabe quando deve abastecer ou travar os abastecimentos de um determinado material. 

O segundo ponto é o mais importante para aplicação do FIFO no estoque, pois consiste em estabelecer uma fila no armazenamento, de modo que todos saibam que o primeiro item que chegou, deve ser o primeiro a sair, e um novo lote só deve começar a ser comercializado quando o lote anterior esgotar. 

Trabalhar com estoque dessa maneira facilita as previsões de saída dos materiais, visto que é possível calcular quantos lotes saem por dia, ou quanto tempo cada lote leva para ser comercializado. 

Para que você entenda como o FIFO funciona na prática, vou usar o exemplo do abastecimento de uma gôndola de mercado. Imagine que resta na prateleira apenas 10 unidades do produto X e o repositor vai abastecer com mais 80 unidades do mesmo produto, se ele colocar os itens do abastecimento na frente das 10 unidades, o produto ficará por mais tempo na prateleira e tem uma chance maior de perder a validade. O contrário aconteceria se as 10 unidades tivessem sido priorizadas e colocadas à frente das demais.

Esse exemplo simples é uma aplicação efetiva do método FIFO e garante que os produtos em exposição estejam sempre em condições de venda. 

Quais as vantagens do FIFO?

Entender que o FIFO é uma boa prática para gestão de estoque é o primeiro passo, agora você deve entender quais benefícios irão impactar o seu negócio ainda nas primeiras semanas de aplicação: 

Aumento da lucratividade

Estabelecendo o controle de estoque através do FIFO, você identifica com mais facilidade quando deve travar os abastecimentos e quando deve voltar a comprar, isso evita que a empresa tenha prejuízo com produtos estragados no estoque e também diminui as chances de haver falta de materiais. 

Outro ponto importante é que o bom controle de estoque impulsiona as vendas, tendo em vista que se estabelece um prazo para saída dos produtos.

Maior agilidade e rotatividade

O FIFO busca garantir que os produtos fiquem por menos tempo armazenados e por isso são enfileirados conforme a ordem de chegada, isso agiliza o processo de saída para expedição e dá mais clareza da situação atual do estoque.

Existe um planejamento e acompanhamento que deve ser realizado para que essa prática seja efetiva dentro da empresa, como definir os espaços para alocação de cada item e como serão abastecidos e retirados do estoque. 

Redução de desperdício

Um estoque de alta rotatividade não costuma sofrer com desperdícios de produto, tendo em vista que os produtos chegam e saem em uma ordem cronológica. 

Entretanto, é necessário que o gestor comercial também acompanhe a situação dos produtos em estoque, de forma que seja possível identificar quando os lotes se aproximam do vencimento e assim criar estratégias de vendas para esses itens. 

O ideal, é trabalhar com um inventário de estoque, que informe todos os produtos e quantidades armazenadas, bem como seu prazo de validade quando for o caso, dessa maneira, é possível aplicar filtros e identificar quais produtos merecem atenção. 

Existem sistemas para gestão de estoque que geram um inventário conforme os produtos dão entrada ou saída da empresa, sendo possível identificar também a rotatividade de cada item. 

Qual a importância método FIFO na gestão de estoque?

A aplicação do método FIFO impacta diretamente na organização e agilidade da logística da empresa, tendo em vista que se trata de um modelo simples de execução e que facilmente engaja toda equipe. 

Existem algumas práticas indispensáveis que envolvem o setor de recebimento, onde o lote dos produtos recebidos devem ser avaliados para validar que tenham ao menos 50% da sua vida útil. 

Além disso, o gestor deve controlar algumas práticas, como a geração de inventário, controle de rotatividade, estoque mínimo, estoque máximo, integração das informações com setor de compras e o rastreio dos produtos armazenados, preferencialmente através da tecnologia WMS

Dessa forma o setor logístico mantém a eficiência em suas atividades e pode colaborar diretamente no aumento da lucratividade do negócio. 

Diferenças entre FIFO, LIFO e FEFO

Ao abordarmos o método FIFO, precisamos esclarecer que existem outras formas de gerenciar o estoque com objetivo acelerar a rotatividade dos produtos, são eles o LIFO e o FEFO

LIFO

LIFO é a sigla para ‘’Last In, First Out’’ ou seja, exatamente ao contrário do método FIFO, pois aqui o último que deu entrada no estoque deve ser o primeiro a sair, esse modelo só é utilizado por empresas que comercializam produtos sem validade e que não sofrem danos com passar do tempo. 

Essa prática é aplicada para que os reajustes nos custos de materiais sejam rapidamente transferidos para o consumidor, assim a empresa não sofre com o impacto do aumento nos preços. 

FEFO

FEFO significa ‘’First Expire, First Out’’, em português ‘’Primeiro a Vencer, Primeiro a Sair’’. Essa estratégia está totalmente ligada à validade do produto e é muito utilizada por indústrias e distribuidoras alimentícias, pois lidam com produtos perecíveis e que precisam de uma gestão eficiente quanto a validade. 

Nesse caso, ter controle da validade dos itens é fundamental, por isso um sistema de gestão de estoque que realize o controle e rastreio de lote e validade torna a gestão muito mais simples e eficiente. 

Conclusão

Com base em todo conteúdo, entendemos como funciona a aplicação do método FIFO e como ele colabora para uma gestão eficiente de estoque. Como identificado, outras maneiras como LIFO e FEFO são estruturadas para o gerenciamento de alta rotatividade nos produtos. 
A metodologia é aplicável a qualquer negócio mas claramente é melhor gerenciada quando envolve a tecnologia a favor da gestão, pois assim é capaz de atualizar relatórios e indicadores automaticamente e otimizar os lançamentos de entrada e saída de estoque, mantendo-o sempre atualizado e com lotes rastreáveis.

Rodolfo Sabino

Sou empreendedor, palestrante, ex-coordenador e professor do curso de SEO na Impacta Tecnologia (a maior escola de tecnologia do Brasil), sou certificado em Inbound Marketing pela Hubspot e em SEO pela Semrush.

1

Pode ser do seu interesse

Quais os tipos de contrato de trabalho? Entenda

Quais os tipos de contrato de trabalho? Entenda

Comprar empilhadeira usada compensa: entenda

Comprar empilhadeira usada compensa: entenda

O que é onboarding?

O que é onboarding?

O que é SDR em vendas?

O que é SDR em vendas?

Qual é a importância da gestão empresarial? Entenda

Qual é a importância da gestão empresarial? Entenda

O que é gestão de pessoas?

O que é gestão de pessoas?