terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 21:55:29
Portal Útil

Vendedor interno, inside sales, abordagem ao cliente pelo e-mail, todas estas e mais outras táticas fazem a diferença para os profissionais ou freelancer de Marketing Digital, os quais podem perder clientes caso não pratiquem a boa comunicação.

O que significa inside sales? É o termo para “vendas internas”, que trata de otimizar o trabalho do vendedor interno, com foco na boa comunicação e escrita para abordar clientes, o que envolve o trabalho árduo para apresentar uma escrita de excelência e convidativa. Ou seja, deixar o processo de vendas de sua empresa impecável. 

Muitas pessoas dizem que escrever bem é uma questão de treino, mas não é somente isso, porque não vai além de uma habilidade se a abordagem ao cliente não seguir a tendência do inside sales e suas boas práticas. 

Descubra hoje se o modelo de inside sales, com o treino do seu vendedor interno serve para a sua empresa ou negócio online:

O que este artigo aborda:

Importância para vendedor interno ou externo da comunicação na abordagem ao cliente

Primeiramente, a maior diferença entre vendedor interno e externo é a economia de gastos na operação de vendas, que antes as empresas dependiam apenas do atendimento físico.

Como ter boa comunicação

Hoje isso mudou, e aquelas empresas que possuem vendedor interno saem à frente e conquistam mais perfis de clientes, suas personalidades como consumidores, e mais vendas. 

Já quando o vendedor interno se dá bem com a escrita, ele consegue colocar o que a empresa ou marca quer expressar de forma mais clara em seu principal veículo corporativo, o e-mail.

Trabalhar com inside sales favorece o relacionamento mais próximo com o cliente, porque as ideias e os pensamentos da marca são colocados com clareza pelo vendedor interno, não há duplo sentido das mensagens e, o mais importante, passa mais confiança;

Como treinar a comunicação escrita para boa abordagem?

Em primeiro lugar, a equipe ou o vendedor interno, podem contar com ferramentas para controlar a abordagem ao cliente como softwares de CRM, SDR, blogs, plataformas, automação de marketing e mídias sociais.

Em seguida, é preciso lembrar que tão importante quanto a comunicação dentro da empresa (e-mail corporativo) é a que se expressa por meio da escrita e abordagem ao cliente via e-mail. 

Ele reflete a postura profissional e ajuda a construir o funil de vendas. Só que, mesmo assim, é preciso saber como treinar a comunicação escrita para evitar erros, situações embaraçosas, falta de concordância e coerência, e-mail sem estrutura e erros na ortografia. 

Veja só o que seu vendedor interno deve incluir no e-mail marketing para cumrpir com a estratégia de inside sales:

Apresentação e saudação

Seja cordial sempre e comece seu e-mail marketing com uma saudação personalizada conforme o destinatário, sem sair da formalidade. Isto funciona tanto para fornecedores como para clientes, principalmente se for a primeira abordagem. 

Se o vendedor interno ver que a troca de e-mails irá durar ao longo do dia, não é preciso saudar o cliente o tempo todo, apenas se dirigir pelo nome.

Nunca escreva no início o propósito do e-mail sem antes se apresentar. Outro detalhe importante da boa escrita no inside sales, é dar destaque ao vocativo, de forma a separá-lo com uma vírgula depois do nome.

Linguagem adequada

A informalidade é muito bem-vinda na boa comunicação das redes sociais, mas no e-mail marketing do vendedor interno deve ser deixada de lado. 

Essa é a regra para quando enviar um e-mail no inside sales, sendo que é razoável facilitar esse contato com o cliente que já foi abordado e usar algo informal.

Informações organizadas

Uma dica incrível que damos é que o vendedor interno faça planejamentos de pautas, que além de seguir a estrutura “começo, meio e fim”, distribui bem o assunto e faz uso de palavras-chave, expressões que chamam atenção, frases impactantes e tudo o mais.

Coloque cada ideia num parágrafo, para deixar a leitura rápida e organizada. Assim, vale atentar para a formatação. Certifique-se, por exemplo, de aplicar a mesma fonte em tudo e modifique apenas nas palavras que vão converter.

Clareza e objetividade

O e-mail marketing do seu vendedor interno precisa ter boa comunicação, com parágrafos claros, concisos e objetivos. Ele nunca deve ser enviado sem antes ter a certeza que o inside sales respondeu ou preencheu o objetivo da empresa e a necessidade do cliente.

Atenção na ortografia

Não é preciso dizer que sua equipe de inside sales deve dar atenção especial à ortografia. As dicas são:

  • Não usar caixa alta;
  • Não escrever tudo com letras minúsculas;
  • Se atualizar com o Modelo Ortográfico da Língua Portuguesa;
  • Troque palavras incertas por sinônimos. 

Fique de olho também na pontuação e use com moderação os pontos de exclamação e interrogação. Pois, do contrário, demonstra que está excessivamente emocional.

Dicas para envio de e-mail ao cliente

Para complementar a metodologia de inside sales na sua empresa, aqui vão mais 3 dicas para que seu vendedor interno não perca a chance de demonstrar profissionalismo na abordagem ao cliente:

De importância ao cabeçalho do e-mail

Esse tipo de e-mail precisa ser formal, certo? Agora, o primeiro visual deve ir de acordo com o que o vendedor interno irá propor. Portanto, lembre-se de 3 pontos:

  • É um conteúdo escrito;
  • Precisa de um título atraente;
  • Deve conduzir o cliente que vai ler para uma tomada de decisão. 

Desenvolva um título com promessa, com início de impacto para conduzir o cliente/leitor para a etapa seguinte, pois com isso, o vendedor interno pode aproveitar a técnica dos 70 caracteres que inclua a mensagem título que despertará a atenção.

Estruture o texto com revisão antes de enviar

Sua equipe de inside sales não poderá jamais entregar a abordagem ao cliente sem antes revisar o conteúdo no e-mail marketing. 

Nessa etapa, o vendedor interno deve conferir se as ideias da marca e a solução prometida ficaram claras. Quais informações o vendedor interno precisa transmitir? Quanto tempo o cliente levará para ler, outras questões e checklists são interessantes fazer nesse treino.

Utilize gatilhos mentais

Por fim, o cliente abordado pelo vendedor interno possivelmente terá que lidar com tantas outras propostas em sua caixa de e-mail.

Em suma, usamos gatilhos mentais para tentarmos persuadir um cliente a seguir no funil de vendas e tomar a decisão que a empresa deseja. Alguns gatilhos mentais são:

  • Curiosidade;
  • Urgência;
  • Necessidade;
  • Autoridade;
  • Reciprocidade;
  • Novidade;
  • Razão;
  • Compromisso. 

A escolha irá depender, é claro, do objetivo das vendas internas. Por exemplo, no sentido de despertar o senso de novidade quando o vendedor interno mencionar que “a partir de agora, nosso serviço ou solicitação de produto será executado por meio de aplicativo”.

O inside sales para empresas novas funciona muito bem, quando há um treino atualizado com a equipe de vendas, especialmente o vendedor interno que fica responsável por transmitir a boa comunicação via e-mail. 

Não deixe de aprimorar seu funil de vendas junto ao seu vendedor interno para encontrar clientes capacitados e aumentar as conversões de compra.

Rodolfo Sabino

Sou empreendedor, palestrante, ex-coordenador e professor do curso de SEO na Impacta Tecnologia (a maior escola de tecnologia do Brasil), sou certificado em Inbound Marketing pela Hubspot e em SEO pela Semrush.

1

Pode ser do seu interesse

Qual é a importância da gestão empresarial? Entenda

Qual é a importância da gestão empresarial? Entenda

Qual a importância da gestão de custos para as empresas?

Qual a importância da gestão de custos para as empresas?

Atendimento ao cliente

Atendimento ao cliente

Como calcular horas extras?

Como calcular horas extras?

Como fazer vendas online

Como fazer vendas online

Quais os tipos de contrato de trabalho? Entenda

Quais os tipos de contrato de trabalho? Entenda