terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 22:52:21
Portal Útil

Você sabe qual a importância da gestão de custos para as empresas e como ela afeta o dia a dia da corporação?

Afinal, uma boa gestão de custos é essencial para manter a saúde financeira e o bom desempenho de uma empresa no mercado.

Pois, através dessa prática é que os gestores definem os preços dos produtos e serviços comercializados. 

Além disso, também é possível calcular quais são os custos da empresa para se manter. Ou seja, quanto a empresa gasta para produzir os produtos que fabrica.

Entenda mais sobre gestão de custos para empresas neste guia do Portal Útil.

Qual a importância da gestão de custos para as empresas

O que este artigo aborda:

O que é gestão de custos?

Em suma, a gestão de custos visa entender, calcular e controlar os investimentos.

Mas, os investimentos não se tratam daqueles a longo prazo que visam o crescimento do negócio. Neste caso, significam o custo para manter a empresa produzindo.

Com base na produção, é possível calcular os custos de cada processo, seja de uma fabricação ou de um serviço.

Mas, para isso é preciso de organização no seu processo financeiro.

Conhecer todos os custos é algo essencial até mesmo para calcular a sua lucratividade, tendo em vista que ela é subtraída da sua receita bruta.

Por exemplo, você acabou de vender 5 hambúrgueres e com isso recebeu R$125,00. Para calcular o seu lucro dessa venda, é preciso subtrair o valor de mão de obra, energia, ingredientes, embalagem, impostos e todos os demais gastos que envolvem sua produção de hambúrgueres.

É preciso ter em mente que existem diferentes tipos de custo, os quais podem ser fixos ou variáveis, diretos ou indiretos.

Assim, tendo controle sobre eles, é possível desenvolver estratégias para alcançar o mercado com preços mais acessíveis.

Leia também: como melhorar a gestão do tempo e produtividade no trabalho.

Qual é o objetivo da gestão de custos?

A busca pelo controle da gestão de custos se dá pela necessidade de definir os preços de produtos e serviços. Tal como a margem de lucro da empresa.

Isso porque, para formar um preço de venda, é preciso conhecer os custos que envolvem o produto e definir uma porcentagem de lucro.

Desta forma, é possível definir o rendimento das atividades para o negócio. Com isso você pode otimizar o processo das operações através da redução de custos ou da correção de processos de fabricação.

Também é um objetivo da gestão de custos, o controle e desenvolvimento das operações. Tendo em vista que ao conhecer os dados precisamente, você poderá direcionar um planejamento estratégico da empresa.

Qual a importância da gestão de custos para as empresas?

Ao longo dos últimos anos, a competitividade no mercado aumentou muito. E para manter-se ou tornar-se relevante para o consumidor, tornou-se preciso estabelecer qualidade e preços atrativos.

Isso é possível através de um planejamento inteligente, o qual considera os custos da empresa para produção de seus itens e define boas margens de lucro considerando as atividades da empresa e dos concorrentes.

Além disso, é durante a gestão de custos que você identifica a necessidade de adaptações nos processos.

Ou seja, se a empresa estiver com a margem de lucro baixa para manter-se competitiva, pesquise por novos fornecedores ou repense os processos de produção.

Mas, se você estiver com uma boa margem de lucro, gastos abaixo da média, mas, com uma baixa no volume de vendas, é preciso analisar o mercado e os concorrentes.

Então, posteriormente, pode considerar diminuir sua margem de lucro para aumentar seu volume de vendas.

Basicamente, a gestão de custos e despesas ajuda a manter a saúde financeira da empresa, e para isso é preciso manter-se organizado em relação aos ganhos e gastos no seu processo de compras, produção e vendas.

Como funciona a gestão de custos nas empresas?

Após entender qual a importância da gestão dos custos para a sobrevivência das empresas, entenda como ela funciona.

Custo por produto

Para iniciar uma gestão de custos eficiente, é preciso criar um controle sobre a produção de cada produto, a fim de organizar dentro de uma ordem de produção qual item está sendo produzido e qual foi o custo para produção, incluindo mão de obra e matéria prima.

Precificação por produto

Com esse controle em mãos, você poderá precificar os produtos definindo sua margem de lucro, também é relevante considerar os preços praticados no mercado para saber se você está sendo competitivo. 

Redução de custos

Caso você verifique que existem concorrentes com preços muito menores para o mesmo produto que você está vendendo, você deve pesquisar por outros fornecedores e também deve realizar um benchmarking, para buscar entender como o concorrente está atingindo preços abaixo da média.

Em muitos casos, isso significa que a qualidade do produto concorrente está abaixo, devido ao uso de matéria-prima desqualificada ou de segunda linha, para isso é preciso definir um padrão de qualidade para o seu produto, para que suas entregas priorizem a experiência do cliente e não somente os preços. 

Por isso a redução de custos deve ser feita analisando seus prós e contras e sempre respeitando as suas políticas de qualidade.

Quais são os tipos de custos de um negócio?

Para entender a importância da gestão de custos para as pequenas empresas, é preciso entender os tipos de custos.

Afinal, para controlar e organizar os custos de uma empresa, é essencial separá-los por tipos de custo.

Pois, existem categorias diferentes de gastos e cada um tem comportamentos diferentes nos resultados de uma empresa. 

Custos diretos

Os custos diretos são investimentos feitos especificamente para comercialização de um produto.

Isso inclui a matéria-prima e a mão de obra.

Esses valores impactam diretamente no preço que sua empresa definirá para o produto final e são facilmente mapeados.

Custos indiretos

Não são investimentos feitos para fabricação de um determinado item, mas, são necessários para o funcionamento da empresa que sustenta a fabricação dos produtos.

Por ter essa ligação indireta que são nomeados como custos indiretos.

Eles devem ser considerados no processo de precificação e são encontrados em custos como: marketing, aluguel, energia e etc.

Custos fixos

Esses são facilmente previstos pela gestão de custos e controle financeiro, pois, são gastos periódicos para os quais a empresa pode se organizar e deve incluir na precificação, por exemplo: salários, fornecedores, manutenções preventivas de equipamentos, água, etc.

Os valores não são sempre iguais, mas seguem uma regularidade.

Custos variáveis

Esses custos podem surpreender a gestão, afinal, variam conforme o desempenho das atividades da empresa.

O lado bom é que o custo variável oscila conforme a demanda.

Então, suponhamos que a produção dobre de um mês para o outro, o setor de compras precisará aumentar seu volume de aquisições e com isso, seus custos com matéria-prima e suprimentos também irão aumentar, por isso se chamam custos variáveis.

Alguns desses custos são: comissões, horas extras, logística e até matéria-prima em casos de insumos que sofrem reajustes constantes.

Quais são os benefícios da gestão de custos de uma empresa?

Através de uma boa gestão de custos, você tem maior facilidade para tomada de decisões, incluindo a observação de boas oportunidades de investimento e de melhorias no processo.

Uma boa prática para o controle dos custos é definir um calendário com metas mensais para obter melhor desempenho e faturamento.

1. Redução dos riscos

Em suma, para manter a saúde financeira de um negócio é preciso reduzir os riscos.

Essa redução é obtida através da gestão de custos, uma vez que você passa a conhecer a saúde financeira do negócio.

É essencial ter em mente que nem sempre o faturamento alto significa que a empresa está alcançando bons resultados, é preciso avaliar os custos e a lucratividade.

Ao identificar através de uma análise de custos que os resultados não são positivos, é possível conhecer a origem dos gastos e onde eles prejudicam seus resultados, para, assim, reduzi-los e obter números melhores.

2. Maior produtividade

O aumento da produtividade está diretamente ligado ao benefício anterior, visto que ao identificar que os gastos estão elevados em um determinado processo, você tem a necessidade de reduzir os custos para aumentar sua lucratividade.

Identificando esses problemas você analisa também as oportunidades de investimento em processos e até mesmo automações, visando a melhor performance da sua produção e reduzindo custos a curto e longo prazo.

Desta forma, através das melhorias implantadas, você obtém maior produtividade e lucratividade.

3. Aumento da lucratividade

O aumento da lucratividade é um benefício direto da gestão de custos, tendo em vista que ao reduzi-los, sua lucratividade aumenta sem a necessidade de aumentar o fluxo de suas vendas.

4. Vantagem competitiva

Em um cenário com o mercado tão competitivo quanto o atual, não é tão fácil estabelecer vantagens sobre os concorrentes.

Mas, fazendo a gestão de custos e trabalhando com ações para enxugar os gastos e manter a qualidade do produto, você pode diminuir as despesas com matéria-prima, mão de obra e processos manuais.

Com a redução dos custos, você poderá diminuir o preço final do seu produto, tornando-se ainda mais competitivo e com preços abaixo da média do mercado.

5. Maior qualidade

Suponhamos que você acabou de fazer uma análise sobre os custos da empresa e com isso identificou um volume alto na compra de matéria prima para produção de 3 itens específicos.

Além disso, você identificou que esses produtos são os mais vendidos através da gestão de custos.

Com esses dados em mãos, é possível priorizar a qualidade da matéria-prima e dos processos de produção dos itens a fim de otimizar a entrega e experiência do usuário.

Como a tecnologia pode auxiliar na gestão de custos para empresas?

Para fazer a gestão de custos é preciso ter controle de diversas operações na empresa, começando pelo setor de vendas, compras, produção, estoque e logística.

Após entender as operações de todos os setores para comercialização de um item, você deve considerar seus custos fixos e variáveis para então precificar o seu produto para venda.

É no controle de todos esses processos que a tecnologia pode auxiliar você, organizando dados automaticamente e simplificando sua análise dos relatórios gerados para gestão de custos.

A tecnologia pode filtrar por item, em tempo real, os custos da produção, e, com isso você pode definir preços tabelados ou específicos para cada fabricação.

A grande maioria das empresas usa um sistema ERP para gestão de todos os setores do negócio. Pois, um ERP permite a integração das informações e facilitando o acesso a relatórios completos dos resultados de cada área específica.

Através de um sistema ERP, a gestão de custos é mais assertiva, tendo em vista que todos os dados serão diariamente alimentados.

Dentre os benefícios da tecnologia, está a possibilidade de desenvolver um planejamento estratégico para os processos de gestão de custos.

Por conta dessas vantagens, é muito recomendado para os gestores de empresas que trabalhem com ferramentas que tornem sua gestão menos manual e mais produtiva.

Conclusão

Esperamos que você tenha entendido qual a importância da gestão de custos para as empresas e todos os seus processos.

Em geral, é uma prática indispensável para saúde financeira de qualquer negócio, tendo em vista que resulta em inúmeros benefícios relacionados à lucratividade da empresa.

A partir dessa prática, vale registrar todos os ganhos e gastos da empresa, criando a possibilidade de analisar os resultados e garantir o crescimento dos resultados.

Rodolfo Sabino

Sou empreendedor, palestrante, ex-coordenador e professor do curso de SEO na Impacta Tecnologia (a maior escola de tecnologia do Brasil), sou certificado em Inbound Marketing pela Hubspot e em SEO pela Semrush.

1

Pode ser do seu interesse

Sistemas de automação comercial: entenda tudo sobre

Sistemas de automação comercial: entenda tudo sobre

Atendimento por chat

Atendimento por chat

Como ter boa comunicação

Como ter boa comunicação

Script de vendas: como criar um roteiro infalível

Script de vendas: como criar um roteiro infalível

Avaliação de desempenho em vendas

Avaliação de desempenho em vendas

Quais os tipos de contrato de trabalho? Entenda

Quais os tipos de contrato de trabalho? Entenda