terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 22:03:50
Portal Útil

Sem dúvida, os suplementos nutricionais estão na moda quando nos exercitamos, e entre os mais populares estão os suplementos de proteína.

Suplementos de proteína podem ser úteis quando se busca ganhar massa muscular. 

Tenha em mente que eles são uma ajuda. Não uma necessidade. Em ocasiões muito raras, quando os requisitos são muito altos, não podemos atender às necessidades de proteína dos alimentos.

Existem muitos mitos e personagens que sussurram em seu ouvido nos cantos das academias oferecendo todos os tipos de misturas.

Às vezes cegos pela necessidade urgente de ter tudo à mão. Nos deixamos levar por suas belas palavras e fotos tiradas do Google Imagens.

Suplementos proteicos

O que este artigo aborda:

Proteínas e nada mais?

Os suplementos proteicos nada mais são do que aminoácidos de diferentes tipos.

Dependendo da preparação que você compra. Pode ter mais aminoácidos essenciais ou aminoácidos de cadeia ramificada, alguns são auxiliares ergo gênicos ou contêm substâncias que o são.

A proteína sequencial e a caseína são dois suplementos diferentes que podem oferecer ótimos resultados, dependendo do objetivo.

Eles também costumam conter aromatizantes, para fazer diferentes versões do mesmo produto.

Desta forma, o consumidor pode escolher o produto que melhor se adapta ao seu gosto. Mas pouco tem a ver com as suas funções a nível desportivo.

Às vezes, pode até levar a um aumento de açúcares em um produto que não pedimos.

O bazar de suplementos proteicos

Hoje em dia obter suplementos proteicos é tão fácil como ir ao supermercado comprar maçãs. Mesmo muitos supermercados têm seções onde incluem esses produtos.

É cada vez mais fácil encontrar lojas especializadas que vendem todo o tipo de suplementos e acessórios para o mundo do desporto.

Mas o melhor de tudo, dependendo da modernidade da sua academia, você os encontrará em máquinas de venda automática na entrada. Ele não vai mais.

Em nenhum momento pode-se subestimar o uso de suplementos, como dito anteriormente. Eles podem ser muito úteis em determinadas situações.

Por exemplo, os suplementos proteicos estão se tornando uma opção muito interessante para atletas veganos.

Aquelas pessoas que decidiram não comer animais ou produtos derivados deles. Devem ter um planejamento alimentar correto para suprir as necessidades proteicas.

Se estes forem aumentados pelo exercício físico, será mais difícil obter de fontes de proteína vegetal.

Objetivo: suplementos proteicos

A finalidade para a qual procuramos estes produtos é clara:  aumentar a nossa massa muscular. 

Porém não é tão simples quanto parece. Nem por muitos shakes de proteína você vai aumentar sua massa muscular.

Quando comemos proteína, ela é decomposta nas unidades menores que a compõem, os aminoácidos.

Assim eles são absorvidos e passam para a proteína ‘puxar’. Imagine o ‘puxão’ como uma espécie de reservatório no qual se encontram os aminoácidos que digerimos.

Nosso corpo retira aminoácidos desse ‘puxão’ para renovar as proteínas que estão degradadas, ou para formar mais tecido muscular.

Não importa quantos aminoácidos existam na ‘puxada’, não formaremos mais proteínas e, portanto, mais músculos.

Se não nos exercitarmos o suficiente. Para que nosso corpo tenha a necessidade de aumentar o tamanho da massa muscular para enfrentar o exercício. Não conseguiremos nada.

Proteínas no corpo

As proteínas que nosso corpo não usa são eliminadas pela urina. Quanto mais proteínas consumimos e não usamos, mais trabalho nossos rins terão para eliminá-las.

Quanto mais proteínas consumimos e não usamos, mais trabalho nossos rins terão para eliminá-las.

Aos suplementos proteicos devemos adicionar aqueles que consumimos na alimentação. Por isso devemos controlar o excesso de ingestão.

Mais funções de suplementos de proteína

As proteínas, em geral, produzem uma maior sensação de saciedade, por isso deslocamos outros alimentos da nossa dieta que podem render energia.

Se um dos nossos objetivos é perder peso, pode ser uma ajuda extra para o nosso plano de exercícios e dieta equilibrada.

Por outro lado, os suplementos proteicos costumam apresentar-se em diferentes formatos, por exemplo: shakes. A textura mais grossa que a água também aumenta a sensação de ‘empacho’.

Assim podemos dizer que os suplementos proteicos têm uma dupla função de saciedade.

Possíveis consequências?

Em princípio nenhum. Consumir mais proteína do que o nosso corpo necessita apenas significará que acabamos por eliminá-la.

Proteínas são proteínas, porque provêm de suplementos proteicos não significa que sejam de qualidade inferior ou tenham ‘superfunções’.

Com estes suplementos de proteína irá ganhar massa muscular de forma saudável.

O problema é que os alimentos nos dão mais saciedade. Assim como nos disciplinamos na prática esportiva. Devemos aprender a nos disciplinar na alimentação.

É verdade que o excesso de proteína pode colocar um esforço desnecessário em seus rins. Mas não foi comprovado que o dano renal ocorra a longo prazo. Somente se já houvesse predisposição degenerativa renal.

Em suma, se você quiser tomar suplementos de proteína, faça-o. Pode ser que a única coisa que você consiga seja produzir urina muito cara.

Alessandra Pereira

Nutricionista com atuação em consultório na área de saúde da mulher, emagrecimento, diabetes e resistência a insulina. Meu foco é promover saúde e qualidade de vida na prevenção e tratamento de doenças. Sou pós-graduada em nutrição clínica e metabolismo e pós-graduada em nutrição funcional.

1

Pode ser do seu interesse

Como ter uma alimentação saudável na adolescência: 5 dicas

Como ter uma alimentação saudável na adolescência: 5 dicas

Realçador de sabor umami

Realçador de sabor umami

O que colocar na caixa de perguntas do Instagram? 15 ideias

O que colocar na caixa de perguntas do Instagram? 15 ideias

Estratégias de Inbound Marketing: 9 exemplos

Estratégias de Inbound Marketing: 9 exemplos

Como organizar armário de cozinha? Aprenda

Como organizar armário de cozinha? Aprenda

Como ter boa comunicação

Como ter boa comunicação