segunda-feira, 15 de agosto de 2022 - 15/08/2022 14:50:41
Portal Útil

Se você está pensando em como começar a vender pela internet e se deve investir em um e-commerce ou marketplace, veio ao lugar certo. Neste texto iremos mostrar o “caminho das pedras” para você não errar na hora de iniciar o seu negócio online.

A primeira coisa que devemos destacar são os ótimos números que as lojas virtuais e e-commerces têm apresentado nos últimos tempos. Claro, boa parte disso se deve aos novos hábitos dos consumidores que foram adquiridos ao longo do período da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o índice MCC-ENET (indicador de consumo), o ano de 2021 apresentou uma alta de 48,41% no faturamento de e-commerces e marketplaces. Além disso, a mesma pesquisa revela um aumento de 35,36% nas vendas online.

Dessa forma, não há como negar que o mercado online é um vasto território a ser explorado. Ou seja, montar uma loja virtual e participar dos marketplaces de maior sucesso é uma forma de se destacar nos negócios.

Se os índices acima não foram o suficiente para se convencer e você ainda está se perguntando por que começar a vender online, aqui vai mais alguns dados:

Vender mais pela internet
  • Possibilidade de obter mais clientes (comparado ao varejo tradicional)
  • Atrai mais consumidores por seu mais fácil e rápido de concretizar uma venda
  • Custos de criação e manutenção de um e-commerce é bem menor que o de uma loja física. Sendo assim, os preços praticados são mais baixos
  • Há um controle maior de dados, como quantos visitantes recebeu, quantas compras foram realizadas ou carrinhos abandonados. O painel de controle do seu e-commerce fornece todas essas informações;

Agora que você já sabe o quão vantajoso é ter seu e-commerce, vamos compreender o processo para iniciar essa caminhada.

O que este artigo aborda:

Como vender mais pela internet?

1. Observe o mercado e encontre seu nicho

Você pode vender praticamente qualquer coisa na internet (observando as leis, é claro): de roupas a artigos de beleza, de livros a TV e até mesmo artigos alimentícios, como bebidas. Por isso, antes de escolher uma área de atuação de forma definitiva, observe seus futuros concorrentes.  

É por meio dessa observação que você pode identificar seu nicho de mercado, ou seja, qual produto que há uma demanda, mas por ser específico não há oferta? Se conseguir identificar, esse será o seu pote de ouro no fim do arco-íris.

Quer um exemplo? Vamos supor que a sua área seja de vestuário. Nas suas observações você nota que não há muita oferta de roupas inclusivas no mercado. Se for de seu interesse, as roupas inclusivas podem ser seu nicho de mercado.

Entretanto, não ter um nicho não significa que seu negócio não fará sucesso. Basta seguir nosso guia para começar a vender pela internet e ser um sucesso.

2. Tenha um CNPJ

A internet até pode parecer uma terra de ninguém no qual cada um faz o que bem entender, mas não é bem assim. No mundo do comércio, tudo precisa ser legalizado, inclusive com emissão de Notas Fiscais para proteger tanto o consumidor quanto o vendedor.

Para isso, é importante você criar a sua empresa. Quer outra dica? Comece como uma MEI (Microempreendedor Individual) e perceba como é seu rendimento mensal. Se for muito bom e bater o teto de 81 mil reais por ano (há uma proposta em análise para aprovar o teto de 130 mil reais por ano), você precisará dar um up no seu registro e transformá-lo em ME (Microempreendedor).

Caso tenha dúvidas de como realizar todo o processo, indicamos que leia a matéria que ensina a como abrir uma empresa. É um guia completo, muito fácil de seguir e facilitará a sua vida.

3. Crie sua loja virtual

Como já dissemos, a criação do seu e-commerce ou da sua loja virtual em um marketplace tem um custo bem menor se comparado à uma loja física. Para quem deseja ter seu próprio e-commerce os caminhos são dois:

  1. Comprar um domínio, investir no desenvolvimento do site e das formas de pagamento e fazer manutenções quando necessário ou
  2. Investir em uma plataforma que já tem um modelo pré-determinado e você apenas o alimenta com seus produtos. Inclusive, existe uma solução chamada Olist Shops no qual você cadastra e administra a sua loja diretamente do celular, sem complicação.

Mas se o seu desejo é anunciar nos shoppings virtuais, que nós chamamos de marketplaces, você precisará:

  1. Escolher o marketplace que mais lhe agrada e combina com seu negócio
  2. Fazer o pré-cadastro e aguardar aprovação
  3. Após a aprovação, cadastrar o restante das informações, bem como os produtos (que inclui título, descrição completa e fotos)
  4. Utilizar as ferramentas do marketplace para promover a sua listagem de produtos.

A promoção de produtos é importante, pois quando você inicia sua atividade no marketplace, o seu usuário não tem registro de vendas e muito menos qualificação. Dessa forma, ele não é exibido entre os primeiros resultados das buscas feitas pelos compradores.

No entanto, você pode utilizar uma ferramenta para acelerar esse processo, que é anunciar por meio de uma loja autorizada. No caso, existe uma solução chamada Olist Store, que além de colocar seus produtos entre os primeiros resultados, também permite que você anuncie em vários marketplaces ao mesmo tempo, aumentando suas chances de venda.

[BÔNUS] Como começar a vender roupas pela internet?

Essa é uma das pesquisas mais realizadas por quem quer começar a vender pela internet. Por isso, separamos algumas dicas importantes para os jovens lojistas que querem atuar em e-commerces e marketplaces. Confira:

  1. Se o investimento inicial for pequeno, aposte em anúncios em marketplace como Mercado Livre, Amazon e Magazine Luiza, por exemplo
  2. Garanta que seus fornecedores produzam roupas de qualidade, que não descosturem ou desbotem
  3. Crie anúncios otimizados, com palavras-chave no título e descrição. Isso facilitará o processo do consumidor encontrar seu produto. Por exemplo, se você vende camisetas de algodão insira essas palavras no título
  4. Revise os textos, pois não pode haver erros
  5. Escolha imagens com boa resolução, afinal, o cliente não está com seu produto em mãos, dependendo exclusivamente das informações que você colocar no site
  6. Dê preferência por imagens em que pessoas estejam utilizando as roupas. Isso humaniza o seu produto, o tornando mais real para quem tem interesse

Por fim, agora que você já sabe como começar a vender pela internet, está esperando o que para fazer sucesso? Desejamos boas vendas!
Com milhares de lojas parceiras em mais de 180 países, o olist tem ferramentas que facilitam a criação de loja virtual, a venda em marketplaces e a operação logística no e-commerce. Conheça o olist.

Rodolfo Sabino

Sou empreendedor, palestrante, ex-coordenador e professor do curso de SEO na Impacta Tecnologia (a maior escola de tecnologia do Brasil), sou certificado em Inbound Marketing pela Hubspot e em SEO pela Semrush.

1

Pode ser do seu interesse

Atendimento por chat

Atendimento por chat

Como fazer vendas online

Como fazer vendas online

Avaliação de desempenho em vendas

Avaliação de desempenho em vendas

Como calcular horas extras?

Como calcular horas extras?

Por que usar CRM?

Por que usar CRM?

Como fazer o negócio crescer

Como fazer o negócio crescer