terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 22:46:27
Portal Útil

Quanto tempo você consegue ficar longe do seu celular? Segundo dados do IBOPE, 52% dos brasileiros não conseguem ficar nem um dia sem usar o celular. 15% dos entrevistados confessaram que não conseguem ficar longe do celular em momento algum. Hoje o celular é um eletrônico indispensável.

Há quem use o celular até enquanto ele carrega. Mas será que esse hábito é saudável? Você sabe quais as chances de um celular explodir enquanto carrega? Nesse artigo vamos descobrir se o uso do celular conectado ao carregador é perigoso ou não.

O que este artigo aborda:

Qual a chance de um celular explodir enquanto carrega?

A ABRACOPEL ( Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade)  registrou 37 acidentes com celulares e 19 mortes, no ano de 2019. De modo geral, os dados não são alarmantes. Os riscos são mínimos quando o celular está em condições normais. Os carregadores originais precisam vir com uma barreira de isolamento elétrico que é testada e certificada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Mas por que os acidentes acontecem?

Na tomada comum a energia que chega é de 127 ou 220v, em uma corrente alternada. Mas o celular não trabalha com essa tensão.

Porque não pode usar o celular enquanto carrega

De modo geral, eles funcionam com 5V em corrente contínua.

Para diminuir essa tensão, nós usamos os carregadores. Eles transformam essa tensão de modo compatível ao funcionamento do celular. O risco está justamente no carregador.

Carregadores falsificados

Normalmente as pessoas recorrem a produtos falsificados como uma alternativa de economia financeira.

Um carregador original em média custa em torno de R $200 e R $300 reais. Já a sua versão “não original” pode ser encontrada no mercado por menos de R $30,00.

Em aparência, o produto pode se parecer com o original, mas não há nenhuma garantia de qualidade e segurança.

O problema é que o dano pode ser maior do que um simples cabo com defeito. A Tranding Standards, uma organização de estudos britânica, testou cerca de 400 carregadores falsificados da marca Apple.

Dos 400, 397 falharam nos requisitos de segurança. Para oferecer um preço baixo os falsificadores costumam usar materiais de má qualidade e até tiram alguns dispositivos de segurança.

Além de causar danos ao celular, pode colocar a vida do usuário em risco. Se seu carregador estiver conectado em uma tomada de 120V e ela falha, ele recebe diretamente toda a tensão.

Como o celular foi feito para suportar apenas 5V, essa carga pode danificá-lo na hora. Se você estiver usando o celular nesse momento o risco de acidente é alto.

Por isso, o ideal é não usar carregadores falsificados, e da mesma forma, não usar ele enquanto carrega na tomada.

Capacidade de proteção contra surtos elétricos do celular

Outro grande problema é a baixa proteção contra surtos elétricos que os fabricantes de carregadores oferecem. Isso inclui também os fabricantes de carregadores originais.

O que é um surto elétrico?

Descargas atmosféricas são comuns em dias de chuva. O risco dessas descargas elétricas atingirem aparelhos elétricos e eletrônicos é grande. O surto elétrico acontece quando uma onda de tensão grande atinge uma corrente elétrica. Dessa forma, essa corrente se espalha em todos os sistemas elétricos do local, atingindo os equipamentos eletroeletrônicos.

Perdas de energia, como apagões e blackouts, assim como ligar e desligar grandes motores elétricos, também podem desencadear surtos elétricos.

Se o aparelho celular estiver ligado na tomada na hora do surto ele vai sofrer danos. Agora imagina se você está usando o celular conectado à tomada, no momento do surto elétrico? O risco é duplo.

Pensando na proteção dos aparelhos e também na integridade física dos usuários, foi desenvolvido alguns equipamentos que apontam a sobretensão na rede e direcionam para o sistema de aterramento.

São os Sistemas de Proteção contra Surtos. Esses dispositivos ajudam a prevenir incêndios, a queima de aparelhos eletrônicos, além de garantir maior segurança para o local e para os usuários.

É importante enfatizar que a função do carregador é uma, e a função do protetor de surtos elétricos é outra. Infelizmente não encontramos nos manuais dos fabricantes mais comuns o item de proteção contra surtos elétricos.

Com eletricidade não se brinca!

O Ministério do Trabalho determinou algumas normas para regulamentar as medidas de segurança do trabalhador. Uma delas é a norma NR10, que visa a Segurança em Instalações e Serviços em eletricidade. Isso porque os acidentes com energia elétrica atingem altos índices nas estatísticas. Só no primeiro semestre de 2021 chegou à marca de 759 ocorrências com 402 casos fatais.

 Estar exposto a situações de possíveis riscos elétricos, como é o caso do uso do celular enquanto ainda conectado ao carregador, é sempre preocupante. Seja no exercício de profissões com alto índice de exposição a tensão elétrica, ou no simples descanso enquanto se mexe no celular, é preciso estar atento e protegido dos riscos

Outras dicas para a prevenção de acidentes com o celular:

  • Na hora de fazer a manutenção priorize lojas autorizadas, dessa forma você tem uma garantia maior da originalidade dos produtos.
  • Não abafe o celular no momento do carregamento. O aparelho fica aquecido no momento do carregamento, se você aumentar esse aquecimento por desencadear até um incêndio. Da mesma forma, não deixe seu celular exposto ao sol, ou lugares com temperatura elevada.
  • Não use o celular em lugares úmidos e evite deixá-lo em lugares molhados. Se o seu celular não for à prova d´água não o leve para o banho, clubes, ou qualquer lugar que o exponha à água.
  • Evite carregar o celular em chuvas fortes com muitos raios

 Quando se trata de acidentes, o melhor é remediar. A prevenção é o caminho mais seguro. Por isso evite usar o celular enquanto ele ainda estiver conectado à tomada. É uma boa oportunidade para avaliar o tempo investido no celular, e o observar sua relação de dependência com ele.

Diego Augusto

Formado em Sistemas de Informação na Faculdade Pitágoras. Apaixonado por tecnologia e sempre antenado as novidades. Trabalho no mercado a mais de 10 anos como desenvolvedor Web. Sou especialista em desenvolvimento de sistemas e sites em arquitetura serverless.

1

Pode ser do seu interesse

Celulares Huawei são bons? Confira

Celulares Huawei são bons? Confira

Huawei Smartwatch Fit é bom? Veja

Huawei Smartwatch Fit é bom? Veja

Matebook Huawei é bom? Entenda

Matebook Huawei é bom? Entenda

Tablet Huawei é bom?

Tablet Huawei é bom?

Qual VPN mais seguro?

Qual VPN mais seguro?

Plataformas de streaming mais famosas

Plataformas de streaming mais famosas