sexta-feira, 20 de maio de 2022 - 20/05/2022 15:17:39
Portal Útil

Publicado por Marcela Ferreira em 07/05/2022 às 14:03.

Saber como detectar a leucemia para buscar um médico e fazer exames é essencial para iniciar um tratamento o quanto antes, minimizando o impacto da doença.

Em suma, existem vários tipos de câncer que podem afetar o organismo humano, podendo ser uma doença silenciosa que ataca de forma lenta.

Contudo, trata-se de uma doença muito letal, especialmente quando não existe um diagnóstico precoce que ofereça a oportunidade para o paciente se recuperar mais facilmente.

Além disso, a leucemia e seus tipos são exemplos de câncer que uma pessoa pode ter, pois, afeta o sangue do paciente.

Por afetar a medula óssea, essa doença também ficou conhecida como tutano do osso e se espalha de forma rápida pelo sangue do paciente.

Como detectar a leucemia

Assim, isso torna a leucemia um dos tipos de câncer mais perigosos e mais facilmente identificados. Sua progressão se dá muito mais rápida que outros tipos de câncer por estar presente na rede sanguínea e na medula óssea do paciente.

A leucemia, apesar de perigosa e assustadora para muitos, possui oportunidades de tratamento que podem, de fato, melhorar e curar o paciente em vários casos.

Portanto, pessoas que possuem um parente com a doença, suspeitam que podem ter a doença ou sabem que possuem casos da leucemia em sua família. Logo, precisam se atentar para saber mais sobre do que ela se trata, quais seus sintomas e como funciona seu tratamento.

Afinal, quanto mais rápido um tratamento eficiente seja planejado e colocado em ação, melhores serão os resultados do paciente em relação ao objetivo do tratamento.

Desta forma, pode responder muito melhor à quimioterapia em um estado inicial da doença.

Entenda o que é e como detectar a leucemia neste guia do Portal Útil para você.

O que este artigo aborda:

O que é leucemia?

Resumidamente, essa doença afeta as células brancas do sangue, também conhecidas como leucócitos, que são muito importantes para a defesa do organismo humano.

Sem elas, o organismo se torna fraco e sem grande imunidade, mesmo para doenças fracas como um resfriado leve.

O real fato é que esse câncer, muitas vezes, abre portas para outras doenças e acaba não sendo a causa exata do óbito de pacientes com leucemia em estágios graves.

Afinal, muitas vezes, esses pacientes apenas vêm a óbito por conta de sua fraqueza em relação a outras doenças.

Por isso, saber como detectar a leucemia é essencial para iniciar o tratamento o mais cedo possível.

Ela é um tipo de câncer que se espalha pelos ossos do corpo através da corrente sanguínea, por isso, é um câncer chamado de tutano do osso.

Além disso, existem dois tipos de leucemia: Linfoide e Mieloide.

Cada uma delas pode ser categorizada como aguda ou crônica.

A leucemia mieloide aguda afeta os pacientes de forma rápida, sendo uma leucemia com 80% de cura caso haja tratamento ou transplante de medula óssea.

No caso da crônica, o desenvolvimento da doença é lento e afeta adultos mais do que crianças.

Já a leucemia Linfoide aguda avança rapidamente e pode ocorrer em crianças ou adultos, e o tratamento geralmente é por quimioterapia, radioterapia ou transplante de medula óssea.

A crônica afeta principalmente os idosos, mas nem sempre o tratamento é necessário nesse caso.

Quais são os sintomas da leucemia?

A leucemia apresenta alguns sintomas específicos, independente do tipo que afeta o paciente.

Portanto, é preciso manter-se atento para o próprio corpo que está se sentindo com dor nos ossos e articulações, baixa plaquetas no sangue, suor noturno, manchas roxas na pele, sangramento muito fácil do nariz, gengiva ou menstruação com uma grande quantidade de sangue que seja fora do comum para a paciente, anemia com sintomas de cansaço e palidez, ínguas inflamadas no pescoço, nas axilas ou atrás dos cotovelos.

Apesar desses sintomas serem comuns na leucemia aguda, seja ela linfoide ou mieloide, é preciso se manter atento para a leucemia crônica.

Pois, esse tipo pode nem mesmo apresentar sintomas e ser um tipo de câncer assintomático.

Assim, apenas um exame de rotina pode apresentar os sinais da doença.

A coleta de sangue é uma das opções para conferir as plaquetas no sangue servindo de forma de como detectar a leucemia.

Como detectar a leucemia e qual é o tratamento?

A leucemia aguda e crônica, seja ela linfoide ou mieloide, pode ser tratada.

Porém, o ideal é que o tratamento se inicie ainda no começo da doença.

A radioterapia, quimioterapia e o transplante de medula óssea são as três principais opções que profissionais sugerem para pacientes de leucemia.

Além disso, o transplante costuma ser uma opção apenas em casos graves, onde não há muito o que fazer, principalmente quando a leucemia é encontrada no corpo de forma tardia.

Como detectar a leucemia e como funciona a cura?

Como já mencionado, essa doença pode possuir uma cura, porém, o paciente necessita identificar ela o mais rápido possível para permitir um tratamento eficaz que use da radioterapia ou quimioterapia como seus aliados.

O maior problema costuma ser a falta de exames, pois, muitas pessoas não fazem ao longo de sua vida até receber o primeiro sinal de uma doença.

Por isso, o exame de rotina é essencial para identificar doenças como a leucemia, especialmente se a pessoa tiver casos da mesma condição na família.

Conclusão

Em suma, fazer exames é um meio de como detectar a leucemia para tratá-la o mais cedo possível.

Assim, as chances de vencer a doença são muito maiores, o que é essencial para a saúde do paciente.

Por fim, a medicina preventiva é essencial para evitar o agravamento de doenças.

Marcela Ferreira

Enfermeira pós graduada com especialização em traumas, urgência e emergência. 12 anos de experiência na área de saúde mental na rede SUS do município de Belo Horizonte. Atuo com criança, adolescentes, adultos e usuários de múltiplas drogas.

1

Pode ser do seu interesse

6 calmantes naturais para ansiedade, insônia e nervosismo

6 calmantes naturais para ansiedade, insônia e nervosismo

O que é medicina preventiva?

O que é medicina preventiva?

Tomar vitaminas por conta própria faz mal?

Tomar vitaminas por conta própria faz mal?

Como funciona o teste rápido de COVID-19?

Como funciona o teste rápido de COVID-19?

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?

A importância do raio X para diagnósticos: saiba tudo

A importância do raio X para diagnósticos: saiba tudo