terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 23:07:27
Portal Útil

Você teve um bebê prematuro e não sabe quais são os cuidados? Então veja como cuidar de um bebê prematuro em casa.

Em suma, quando um bebê chega ao mundo, traz com ele muita emoção e alegria. Pois, os bebês são uma verdadeira dádiva e devem ser muito amados e bem cuidados desde quando estão dentro da barriga da mãe. 

Portanto, quando um bebezinho chega de forma prematura, a emoção e a alegria são as mesmas, mas junto com esses sentimentos também vem uma preocupação.

Afinal, um bebe demanda de necessidades e muitos cuidados específicos e, no caso de um bebê prematuro, esses cuidados devem ser redobrados.

O que este artigo aborda:

Como cuidar de um bebê prematuro?

A imunidade de um bebê prematuro é mais baixa do que a imunidade de um bebê que nasce com a quantidade ideal de semanas.

Como cuidar de um bebê prematuro em casa

Então, mesmo que o médico libere o bebê da UTI neonatal para ir para casa, os cuidados devem permanecer. Pois o bebezinho ainda não está completamente forte.

Por isso, muitas mamães têm dúvidas de como cuidar de um bebê prematuro em casa.

Assim, pensando em te ajudar, o Portal Útil trouxe algumas dicas para te ajudar a cuidar do seu bebê prematuro quando você o levar para casa.

2 dicas de como cuidar de um bebê prematuro em casa

Existem muitas dicas que podem ser dadas que ajudam a cuidar de bebês prematuros para ajudá-los a se desenvolver e a se sentirem mais confortáveis.

Mas antes de começarmos com as dicas para depois que o bebezinho vai para casa, veja uma dica que irá ajudá-lo a se sentir melhor enquanto ainda está na UTI neonatal.

Os polvos de crochê ajudam os bebês a se sentirem melhor, isso porque os tentáculos remetem o bebê ao cordão umbilical da mãe.

Assim, o faz se sentir mais seguro e, consequentemente, o ajuda a se desenvolver mais rápido.

Aprender como fazer o polvo para prematuros é fácil e com certeza poderá ser de grande ajuda para o seu bebê enquanto ele ainda estiver no hospital.

E claro, quando você levá-lo para casa, o polvo de crochê continuará sendo benéfico para o seu pequeno, principalmente na hora de dormir.

Agora que você sabe como pode ajudar o bebê a se sentir melhor na UTI neonatal, veja as dicas de como cuidar de um bebê prematuro em casa. 

1. Crie um vínculo com o seu bebê

O fato dos bebês prematuros precisarem ficar dias, semanas ou até mesmo meses na UTI neonatal os impede de criar um vínculo com os pais logo no início.

Porém, todos sabem o quanto é essencial que os bebezinhos criem vínculos com seus pais, principalmente com as mães.

Muitos hospitais concedem às mães a oportunidade de estabelecer esse vínculo através da utilização do “método canguru”.

O canguru consiste em manter o bebê em contato pele a pele com a mamãe durante o maior período de tempo que for possível. 

Então, quando você levar o seu bebezinho para casa, independente de quanto tempo ele passou no hospital, é importante manter o “método canguru” por um tempo.

Assim, isso ajuda a criar um vínculo afetivo ainda maior entre você e o seu bebê.

2. Amamente o bebê com leite materno 

Na maioria dos casos, os bebês prematuros têm dificuldade no momento da amamentação.

Isso ocorre porque eles não possuem muito reflexo e força para realizar a sucção do leite do peito da mãe.

Contudo, o leite da mãe é essencial para o bebê, pois o ajuda a se desenvolver e a crescer de forma saudável, o que diminui os riscos do pequeno contrair infecções.

Sendo assim, é preciso alimentá-lo com leite materno de qualquer forma, mesmo que não seja diretamente através do peito. 

O ideal é que a mãe faça o bombeamento do leite para amamentar o bebê e para evitar que o leite seque, pois daqui algum tempo o bebê conseguirá se alimentar diretamente no peito da mãe.

Conclusão

Em suma, existem várias formas de como cuidar de um bebê prematuro em casa.

Mas essas duas dicas são as principais que, se forem seguidas corretamente, o seu bebê ficará muito mais forte em um período de tempo mais curto.

Marcela Ferreira

Enfermeira pós graduada com especialização em traumas, urgência e emergência. 12 anos de experiência na área de saúde mental na rede SUS do município de Belo Horizonte. Atuo com criança, adolescentes, adultos e usuários de múltiplas drogas.

1

Pode ser do seu interesse

6 calmantes naturais para ansiedade, insônia e nervosismo

6 calmantes naturais para ansiedade, insônia e nervosismo

O que é medicina preventiva?

O que é medicina preventiva?

BCAA, o que é e para que serve?

BCAA, o que é e para que serve?

Tomar vitaminas por conta própria faz mal?

Tomar vitaminas por conta própria faz mal?

Como ter vida saudável com alimentação e prática de esportes

Como ter vida saudável com alimentação e prática de esportes

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?