Portal Útil

Saber qual a função do psicólogo escolar é muito importante, pois, eles são responsáveis por várias atividades essenciais nas escolas.

Por exemplo, quando os estudantes enfrentam necessidades de aprendizado e problemas comportamentais, eles precisam de uma assistência especializada, esse é o papel do psicólogo escolar.

Na escola, existem muitas crianças e adolescentes que sofrem com questões psicológicas. De acordo com uma pesquisa feita pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), os transtornos que mais afetam o processo escolar são aparentes em comportamento, como é o caso da hiperatividade (TDAH).

Além disso, também existem outras situações que são capazes de comprometer o rendimento nas aulas, como ansiedade, depressão e transtornos alimentares.

Por isso, todos os pais deveriam entender qual a função do psicólogo escolar, já que a psicologia escolar existe justamente para atender estas e outras necessidades.

O que este artigo aborda:

Qual a função do psicólogo escolar
Qual a função do psicólogo escolar
Pin It

O que é um psicólogo escolar?

Em suma, um psicólogo escolar é um profissional essencial no ambiente educacional. Ele é responsável por oferecer apoio psicológico e desenvolver estratégias para promover o bem-estar emocional e o desempenho acadêmico dos alunos.

Além disso, este profissional ajuda a compreender e a superar os obstáculos que possam interferir no processo de aprendizado.

A atuação do psicólogo escolar vai além do aluno. Ele também trabalha com professores e familiares, a fim de criar um ambiente favorável ao desenvolvimento integral do estudante.

Já em pré-escolas, o trabalho de um psicólogo escolar geralmente envolve brincadeiras para sala de aula e algumas dinâmicas.

Este é um dos motivos de muitos pais se questionam sobre qual a função do psicólogo escolar no desenvolvimento de seus filhos

Qual a função do psicólogo escolar?

Para que você entenda qual a função do psicólogo escolar, considere que esses profissionais são contratados com o objetivo de auxiliar os professores no processo de aprendizagem.

O psicólogo não colabora apenas com o diagnóstico e tratamento de crianças hiperativas, disléxicas e com outros transtornos.

Na verdade, ele também é um ouvinte, afinal, o aluno pode estar passando por problemas em casa e, então, suas emoções explodem na escola.

Outro fator é que o psicólogo consegue identificar se o estudante está sendo vítima de bullying na escola pelos colegas. 

De acordo com a Lei nº 13.935, de 11 de dezembro de 2019, todas as escolas públicas de educação básica precisam contar com serviços de Psicologia e Serviço Social.

1. Manter um bom diálogo com a equipe pedagógica

O psicólogo que trabalha na escola tem o dever de manter um bom diálogo não só com o aluno, mas também com o diretor, o coordenador pedagógico e os professores. Além disso, também precisa saber como conversar com os pais dos alunos.

Trabalhar em rede é muito importante para que o psicólogo entenda o que está acontecendo com um determinado estudante.

Logo, ele deve se debruçar sobre o relatório comportamental de aluno, fornecido pelo professor.

Cada relatório funciona como um parecer descritivo que fala sobre o desempenho do aluno, suas dificuldades e comportamentos que merecem atenção.

O que ajuda os pais a reconhecem qual a função do psicólogo escolar na vida do aluno.

Após analisar o documento e avaliar o aluno pessoalmente, o psicólogo tem condições de orientar o professor sobre formas de melhorar o desempenho da criança ou do adolescente.

Ele pode, por exemplo, indicar um outro método de ensino ou sugerir uma mudança em sala de aula.

2. Fazer avaliação psicológica

Somente o psicólogo escolar tem preparo para aplicar uma avaliação psicológica. Ou seja, um teste dentro dos parâmetros do código de ética da Psicologia.

Assim, ele consegue descobrir quais são as maiores dificuldades e dores de uma criança ou adolescente.

Por isso, quem já entende qual a função do psicólogo escolar e já viu este tipo de atuação, sabe o quanto é importante.

Depois de aplicar o teste, o psicólogo precisa analisar o resultado com cuidado para escrever um laudo assertivo, ou seja, que não tenha apenas o papel de rotular uma criança.

3. Oferecer plantão psicológico

O plantão psicológico existe para que o aluno possa conversar e falar sobre os problemas. Assim, o psicólogo fica com o seu consultório montado dentro da escola e pronto para fazer acompanhamentos psicológicos quando necessário.

4. Diagnosticar e acompanhar os alunos

Diante de alguma dificuldade de aprendizagem, o aluno é encaminhado para o psicólogo. Assim, o profissional tem condições de aplicar testes e obter um diagnóstico preciso.

Com o diagnóstico em mãos, o psicólogo passa a ser responsável por fazer o acompanhamento com uma abordagem lúdica e terapêutica para que a criança ou o adolescente se sinta mais à vontade.

Assim, é possível lembrar qual a função do psicólogo escolar após observar a melhora no aprendizado do aluno.

5. Fazer orientação vocacional

Nas instituições de ensino que contam com turmas de ensino médio, o psicólogo escolar está habilitado para prover aconselhamento vocacional aos alunos.

Este serviço é benéfico na medida em que auxilia na descoberta de carreiras alinhadas com as características individuais de cada jovem.

6. Elaborar projetos

Algumas questões podem ser trabalhadas de forma coletiva com os alunos e não simplesmente através do atendimento individual.

Portanto, também é papel do psicólogo escolar promover projetos em parceria com professores e outros funcionários da escola.

Dessa forma, um projeto tem a função de favorecer a reflexão dos alunos sobre diferentes temas que levam em conta relações sociais, questões emocionais e perspectivas de futuro.

Entre as ideias de projetos que um psicólogo pode desenvolver, vale destacar a campanha de conscientização sobre bullying.

Conclusão

Em suma, toda escola que se preocupa com o bem-estar e desenvolvimento dos alunos deve contar com um psicólogo escolar na equipe.

Além disso, os pais que conhecem qual a função do psicólogo escolar, devem pressionar as escolas para contratar este profissional.

Pois, esse profissional consegue estimular habilidades socioemocionais, incentivar programas de prevenção, melhorar o processo de aprendizagem e colaborar com a construção de um ambiente educacional mais amigável.

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse