segunda-feira, 15 de agosto de 2022 - 15/08/2022 19:11:50
Portal Útil

O reconhecimento facial é um tipo de software biométrico que mapeia matematicamente as características faciais de um indivíduo, armazenando os dados como uma impressão facial. Para isso, software usa algoritmos de aprendizado de máquina (ou machine learning) para comparar uma  captura ao vivo ou imagem digital com a impressão facial armazenada para verificar a identidade de um indivíduo. 

Sem exagero, podemos dizer que a tecnologia de reconhecimento facil está em todo lugar. Está lá no Facebook, marcando fotos um encontro de amigos, do casamento do parente e da festa com os amigos do seu trabalho. As gigantes tecnológicas como Google, Microsoft, Apple e outros incorporaram o reconhecimento facil em aplicativos para compilar álbuns de pessoas que saem juntas.

É o reconhecimento facil que verifica quem você nos aeroportos e é a biometria mais recente para desbloquear seu celular, onde os aplicativos de reconhecimento facial estão presentes. Se você precisa confirmar sua identidade abrir uma conta bancária digital, agora basta olhar para a câmera e confirmar quem você é.

Ou seja, novos aplicativos surgem o tempo todo. Muitos dispositivo de segurança de casas estão utilizando esses softwares para aumentar a segurança patrimonial. Uma campainha de vídeo com reconhecimento facial informará, desde que você tenha carregado uma foto do rosto da pessoa. 

Tudo isso é muito interessante. Mas vamos entender como é essa tecnologia.

Reconhecimento facial

O que este artigo aborda:

Como funciona o reconhecimento facial?

Em primeiro lugar, o computador precisa entender o que é um rosto. Isso pode ser feito treinando um algoritmo, geralmente uma rede neural profunda, em um grande número de fotos que possuem rostos em posições conhecidas. Cada vez que o algoritmo é apresentado com uma imagem, ele calcula onde está o rosto. 

Na verdade, esse processo é um constante aprendizado. No começo, os dados ainda não são tão certos, formando imagens que não batem com o real. Mas quando isso é repetido várias vezes, o algoritmo melhora, dominando a capacidade de identificar um rosto. Esta é a etapa de detecção da face por meio da imagem gerada pela câmera.

Em seguida é a parte do reconhecimento, ou seja, da comparação entre imagem e o rosto da pessoa. Isso é feito de várias maneiras, mas é comum usar uma segunda rede neural. Ele é alimentado com uma série de fotos de rostos e aprende – ao longo de muitas rodadas – a melhor forma de distinguir um do outro. 

Para esta tarefa, existem algoritmos que mapeiam detalhadamente o rosto, medindo as distâncias entre os olhos, nariz e boca e assim por diante. De qualquer forma, o software gera um vetor para cada face – uma sequência de números que identifica exclusivamente a pessoa entre todas as outras no conjunto de treinamento, fazendo assim o reconhecimento facial.

Exemplos de reconhecimento facial e benefícios 

O mais interessante da tecnologia de reconhecimento facial é sua acessibilidade. Com as próprias câmeras de smartphones essa tecnologia tornou-se uma opção viável para autenticação e identificação. Alguns aparelhos da Apple, por exemplo, incluem a tecnologia Face ID que permite aos usuários desbloquear seus telefones com uma impressão facial mapeada pela câmera do telefone.

O software do telefone, projetado com  modelagem 3D  para resistir à falsificação de fotos ou máscaras, captura e compara mais de 30.000 variáveis. O Face ID pode ser usado para autenticar compras com o Apple Pay e na iTunes Store, App Store e iBooks Store. Neste aspecto, a Apple criptografa e armazena dados de impressão facial na nuvem, mas a autenticação ocorre diretamente no dispositivo. 

Além disso, até os anúncios ficaram mais inteligentes. Em aeroportos, por exemplo, os outdoors com a tecnologia de reconhecimento são capazes de identificar o gênero, etnia e idade aproximada de uma pessoa que passa em sua frente, direcionando o anúncio para a “pessoa certa”.

Algo semelhante é utilizado pelo Facebook, que utiliza um software de reconhecimento facial para marcar indivíduos em fotografias. Cada vez que um indivíduo é marcado em uma fotografia, o software armazena informações de mapeamento sobre as características faciais dessa pessoa. 

Uma vez que dados suficientes tenham sido coletados, o software pode usar essas informações para identificar o rosto de um indivíduo específico quando ele aparece em uma nova fotografia. Deste modo, o reconhecimento facial pode ser usado para aplicações e diferentes objetivos, seja nas redes sociais, publicidade e até na área de segurança. 

Abaixo, seguem mais exemplos de casos que utilizam dessa tecnologia:

  • Fabricantes de telefones celulares, como a Apple, para segurança do consumidor.
  • Nos aeroportos, para identificar indivíduos que possam ultrapassar seus vistos.
  • Aplicação da lei através da coleta de fotos para comparar com bancos de dados de recursos locais, estaduais e federais.
  • Bancos e instituições financeiras, que utilizam do reconhecimento da face para evitar fraudes.
  • Mídias sociais, como o Facebook, para marcar indivíduos em fotografias.
  • Segurança empresarial, pois as empresas podem usar o reconhecimento facial para entrar em seus prédios.
  • Marketing, onde os profissionais de marketing podem usar o reconhecimento facial para determinar idade, gênero e etnia para atingir públicos específicos.

Diego Augusto

Formado em Sistemas de Informação na Faculdade Pitágoras. Apaixonado por tecnologia e sempre antenado as novidades. Trabalho no mercado a mais de 10 anos como desenvolvedor Web. Sou especialista em desenvolvimento de sistemas e sites em arquitetura serverless.

1

Pode ser do seu interesse

Como escolher um Smartphone Android?

Como escolher um Smartphone Android?

Para que serve Alexa?

Para que serve Alexa?

Fibra óptica e banda larga: diferenças e comparações

Fibra óptica e banda larga: diferenças e comparações

Melhor controle parental para monitorar os filhos

Melhor controle parental para monitorar os filhos

Tablet Huawei é bom?

Tablet Huawei é bom?

Plataformas de streaming mais famosas

Plataformas de streaming mais famosas