sexta-feira, 20 de maio de 2022 - 20/05/2022 14:51:54
Portal Útil

Publicado por Marcela Ferreira em 07/05/2022 às 14:04.

O Raio T ou radiação T, permite fazer exames de imagem em todos os tecidos do corpo, diferente do Raio X, que só permite fazer imagens dos ossos.

O raio x tem tido muita utilidade ao longo dos anos, pois, contribui para o diagnóstico de muitas doenças e problemas.

No entanto, algo que não chega a ser um problema, mas que merece um cuidado, é que o uso da radiação, ainda que em pouca quantidade, pode ser danosa para o corpo.

E, por conta disso, cientistas e a comunidade médica se juntaram para pesquisar outros meios que sejam menos prejudiciais para as pessoas. A partir daí, surgiram os raios T.

Um exame que usa um tipo de raio melhor e que geram resultados ainda melhores do que o exame de raio X, sem que cause nenhum dano ao corpo.

O que é Raio T e como substituirá o Raio X

Veja as informações que o Portal Útil reuniu para você sobre o que é raio T e como ele impacta os exames de imagem.

O que este artigo aborda:

Exames de imagem com raio T

O raio T, conhecido como terahertz é uma radiação absorvida pela água.

Isso significa que os tecidos moles do corpo, como os órgãos, também podem ser registrados.

Algo que não é possível com o raio x, fazendo com que o uso de contraste seja necessário para ressaltar os órgãos.

Como a energia de radiação emitida pelo terahertz é muito baixa, ela quase não gera danos ao material do corpo.

Isso faz com que se crie exames que não sejam tão invasivos.

Esse trabalho se torna possível graças a equipe da Dra. Mona Jarrahi da Universidade de Michigan, nos EUA.

O grupo foi capaz de criar um aparelho emissor de raios Terahertz que tem 50 vezes mais potência do que os melhores já criados até hoje.

O grupo também atua em outra questão que é em construir um receptor de raios T que possui a sensibilidade 30 vezes maior que a tecnologia atual.

Ao fazer os cálculos, a energia emitida pelo raio T é 1.500 vezes melhor e pode ser aplicada em pessoas.

Portanto, ao ter um sistema de raio T de alta sensibilidade, é possível ver de modo profundo todos os tecidos biológicos.

Além disso, é possível ver até pequenas quantias de drogas ilícitas e explosivas a longa distância.

Funil de luz

Pode-se verificar esses fatores a partir do momento em que a equipe direcionou a luz do laser para um ponto específico que ficava perto dos eletrodos de dispositivos que alimentavam a antena que emite e recebe os sinais T.

Assim, o laser pode gerar ondas superficiais de elétrons que são chamadas de plásmons de superfície, que fazem o carregamento dos fótons de modo mais rápido e com menor perda.

Portanto, se você quiser gerar ou detectar uma radiação T, você deve fazer a conversão de fótons em pares de lacunas e elétrons.

Em seguida, você deve derivá-los rapidamente para os eletrodos de contato do aparelho.

Qualquer atraso que esse processo venha a ter fará com que a eficiência não seja máxima.

Ao contrário do que sabemos sobre o raio x, o raio T não tem uma energia suficiente para que possa fazer a ionização de um átomo.

Portanto, ele atinge os elétrons de modo muito fraco.

A ionização é perigosa pois ela causa danos nas células. Esses danos geram doenças como câncer e problemas de pele.

As pessoas que são expostas ao raio T, não sentirão efeitos colaterais, afinal, a sua penetração é de até meio centímetro da pele humana.

Assim, seu uso será muito útil em exames como o de câncer de pele e de câncer de mama.

Quais exames fazem uso do raio x?

Sabemos que o princípio que permite que um exame de imagem possa ser feito é a emissão dos feixes de raio-x.

Esse raio atravessa o corpo do paciente e atinge o filme.

Assim, o médico consegue ter a visão da estrutura interna do corpo.

Seu uso é pedido para quando há necessidade de ver melhor o:

  • Pulmão;
  • Seios da face;
  • Avaliação ortopédica;
  • E avaliação de fraturas.

Apesar da quantia de radiação ser pequena, há preocupações quanto a gestantes.

Portanto, esse é um grupo que deve evitar esse tipo de exame.

Outro exame que faz uso de raio x é o de tomografia computadorizada.

Contudo, o processo realizado na tomografia é algo mais sofisticado. Isso porque o tubo vai se movendo ao redor do paciente.

Assim, emitem os feixes de raio x que podem formar imagens de diversos ângulos e com uma riqueza maior de detalhes.

Seu uso geralmente é pedido para que se possa diagnosticar pneumonia ou problemas presentes nos órgãos internos.

Pode-se fazer tomografia de todas as partes do corpo como:

  • Esqueleto ósseo;
  • Abdômen;
  • Crânio;
  • Tórax;
  • Face.

Quem não deve fazer fazer exame com Raio T e Raio X?

A exposição em tomografia acaba sendo maior do que nas radiografias.

Mesmo assim, fazer uma tomografia anualmente não apresenta riscos à saúde.

No entanto, se submeter a uma quantia maior do que três vezes acaba sendo um pouco problemático porque haverá um acúmulo de radiação.

Por isso que antes de iniciar qualquer exame, o médico deve estar atento quanto a ficha do seu paciente, pois, se ele já tiver passado por tomografias naquele ano, pode usar outra solução.

A decisão sobre qual dos exames de imagem fazer fica a critério do médico.

Pois, há vários fatores que se avaliam para que a escolha de um exame possa ser feita.

Qualquer dúvida que o paciente venha ter antes do exame acontecer, deve ser perguntada ao médico.

Assim como qualquer informação que ajude a fechar o diagnóstico deve ser do conhecimento do profissional.

Conclusão

Por fim, vimos como os raios T impactariam nos exames de imagem por conta de seu baixo fator de exposição.

Afinal, por não se tratar de um raio ionizante, ele acaba sendo mais seguro.

A tecnologia tem permitido cada vez mais que exames menos invasivos possam acontecer.

Ainda que o raio x seja algo de baixo fator de risco, é preciso tomar todas as medidas de segurança para que nada saia do esperado.

Marcela Ferreira

Enfermeira pós graduada com especialização em traumas, urgência e emergência. 12 anos de experiência na área de saúde mental na rede SUS do município de Belo Horizonte. Atuo com criança, adolescentes, adultos e usuários de múltiplas drogas.

1

Pode ser do seu interesse

Como saber se quebrei o joelho? Causas e sintomas

Como saber se quebrei o joelho? Causas e sintomas

O que é Teste de Aptidão Física (TAF)?

O que é Teste de Aptidão Física (TAF)?

Como evitar bolhas nos pés ao correr? Entenda

Como evitar bolhas nos pés ao correr? Entenda

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?

Suplementação e atividade física: como conciliar

Suplementação e atividade física: como conciliar

Como cuidar de um bebê prematuro em casa?

Como cuidar de um bebê prematuro em casa?