segunda-feira, 16 de maio de 2022 - 16/05/2022 20:55:30
Portal Útil

Publicado por Marcela Ferreira em 07/05/2022 às 14:05.

Praticamente, todo mundo já fez um exame de raio-X, porém, nem todo mundo compreende a importância do raio X diagnósticos médicos.

A radiologia é uma especialidade médica essencial para tratar os pacientes de forma precisa.

Isso porque ela utiliza radiações para que possa obter imagens de doenças, fraturas ou outras patologias.

No cotidiano e rotina médica, esse é um exame vital para auxiliar os médicos a saberem o que está ocorrendo e qual é o melhor modo de tratar aquele caso.

O Portal Útil levantou algumas informações que demonstram a importância do raio X para diagnósticos médicos.

A importância do raio X para diagnósticos

O que este artigo aborda:

Qual a importância do raio X na medicina?

Primeiramente, o raio-x também é conhecido como radiografia e se trata de um exame de imagem que não é invasivo.

Isso porque ele funciona a partir do uso de baixos níveis de radiação, que podem identificar as mudanças na estrutura dos ossos e órgãos.

Por se tratar de um exame que possui um custo baixo, é rápido, indolor, e muito útil para investigar doenças.

Nos setores de emergência e terapia intensiva, seu uso é bastante comum.

Afinal, o exame permite encontrar tanto fraturas como outras patologias.

Sendo assim, pode-se usá-lo para vários fins como:

  • Diagnóstico e pneumonia;
  • Doenças na área do abdômen;
  • Identificar inflamações e infecções;
  • Ver se o pulmão está comprometido;
  • Entre outros.

Além disso, dentistas também fazem uso da radiografia para saber como está a estrutura dos dentes e suas raízes.

Ainda, outros procedimentos derivados da radiologia, são:

  • Mamografia;
  • Angiografia;
  • Cateterismo.

Esses também usam os princípios do raio-x para exames de mama e dos vasos sanguíneos.

Como funciona o raio X?

O funcionamento do exame depende muito.

Em geral, a pessoa acaba ficando de pé ou sentada em uma maca com a região a ser analisada de frente para a máquina.

Assim, esse aparelho emite um feixe com elétrons que é capaz de atravessar o corpo.

Em outras palavras, como o osso é algo denso, ele acabará bloqueando a maior parte da radiação.

Por isso que quando a imagem sai, ela fica marcada no filme através de uma sombra branca.

Então, quanto mais densa for a área, mais branca ele fica.

Para analisar uma chapa, os médicos buscam por pontos anormais dentro da estrutura do corpo.

Em casos de fraturas, a radiação passa pelo local permitindo com que a parte machucada possa ser vista de uma melhor forma.

Agora, quando se trata de órgãos que são menos densos, os profissionais buscam por manchas mais claras que não deveriam estar ali.

Porém, o uso de raio-x só deve ser feito em casos de necessidade, quando nenhum outro exame pode substituí-lo.

Afinal, como usa radiação, ainda que pouca, o corpo sofre exposição.

Essa exposição quando feita em grandes quantidades, pode levar a pessoa a ter outros tipos de doença.

Cuidados na hora de fazer o exame de imagem

Para que a qualidade da imagem não seja afetada, o paciente deve deixar de lado todo tipo de adereço que tenha metal, plástico, madeira, ou vidro no lugar que for feito o exame.

A quantidade de radiação emitida é segura, em especial, nos aparelhos mais modernos.

No entanto, quanto mais puder evitar a exposição à radiação, melhor.

Então, por segurança, quem tem que fazer o exame faz uso de um colete protetor de chumbo, que faz o bloqueio dos raios, exceto quando o exame é de tórax ou abdômen.

Não existe contraindicações de uso, exceto para mulheres gestantes.

Tipos de exames de raio X

A radiografia é um setor bastante versátil e pode mostrar grande parte do corpo.

Abaixo, veja alguns exemplos de exames.

1. Raio-x de tórax

Esse é um local com muito ossos, vasos sanguíneos e órgãos.

Sendo assim, costuma-se fazer este exame quando há a necessidade de encontrar algo fora do comum.

2. Raio-x da face

Geralmente é feito para mostrar a cavidade óssea que fica em volta dos olhos, nariz e maçãs do rosto.

Um raio-x dessa região revela algumas doenças como a sinusite e pode identificar câncer na região.

3. Raio-x de abdômen

Costuma-se fazer esse exame junto do uso de contraste.

Esta, é uma substância que faz o realce dos órgãos do local.

Assim, serve para indicar sinais de obstrução ou distensão nas alças do intestino.

Muitas pessoas acham estranho o uso de raio X para achar problemas nas veias. Porém, ele é útil.

A tecnologia nos permite usar vários recursos. Na medicina, ela agiu da mesma forma.

Isso porque hoje em dia existe o que se chama de telerradiologia, que se trata da reunião de radiologia e tecnologias para cuidar da saúde dos pacientes.

Por meio dessa ferramenta, clínicas e hospitais podem fazer uma redução de custo e ganhar muito mais agilidade na emissão de seus laudos.

Sendo assim, diversos especialistas analisam o exame sem que tenham que estar presentes para isso.

Esse fator possibilitou um atendimento de mais qualidade, pois se antes você precisava se deslocar, hoje isso não é preciso.

Em geral, a análise de exames é algo demorado por conta da demanda.

Assim, tendo a tecnologia a favor da rotina médica, isso se torna mais otimizado.

Conclusão

Em suma, a importância do raio X diagnósticos médicos se dá pelos benefícios do exame de imagem.

Além disso, o raio X é uma ferramenta útil e que possibilita fazer uma análise mais focada e precisa.

Sendo assim, o raio X é um meio de exames muito úteis e não invasivos que fazem com que o paciente possa ter um laudo da sua saúde de maneira rápida.

Marcela Ferreira

Enfermeira pós graduada com especialização em traumas, urgência e emergência. 12 anos de experiência na área de saúde mental na rede SUS do município de Belo Horizonte. Atuo com criança, adolescentes, adultos e usuários de múltiplas drogas.

1

Pode ser do seu interesse

Como saber se um medico é bom?

Como saber se um medico é bom?

Qualidade de vida na terceira idade: 6 dicas para viver bem

Qualidade de vida na terceira idade: 6 dicas para viver bem

6 calmantes naturais para ansiedade, insônia e nervosismo

6 calmantes naturais para ansiedade, insônia e nervosismo

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?

Qual o colchão ideal para quem tem problema de coluna?

Como saber se quebrei o joelho? Causas e sintomas

Como saber se quebrei o joelho? Causas e sintomas

O que é medicina preventiva?

O que é medicina preventiva?