terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 21:41:32
Portal Útil

Entenda como fazer marketing para revendedores de forma simples e prática neste guia completo do Portal Útil para você.

O segmento de moda íntima feminina é um dos maiores do mercado têxtil, além disso, revender lingerie é uma atividade com potencial.

Afinal, trata-se de peças essenciais no dia a dia das mulheres.

Portanto, um revendedor encontra aí uma boa área de negócio, tanto para obter renda extra no final do mês quanto para tornar esta sua atividade profissional principal.

Em um mundo cada vez mais digital, a presença na internet pode ajudar a aumentar as vendas, especialmente agora que o número de pessoas que compram on-line vem crescendo.

Como fazer marketing para revendedores

De acordo com dados divulgados no relatório Webshoppers da Ebit/Nelsen e do Bexs Banco, o faturamento do e-commerce, incluindo a compra e a venda de produtos, cresceu 41% em 2020, atingindo a marca de mais de 194 milhões de pedidos feitos por consumidores nacionais no ano.

Para facilitar, usaremos a lingerie como exemplo de produto para revenda.

No entanto, se inserir no meio digital nem sempre é uma tarefa tão simples quanto parece para quem compra lingerie no atacado.

O conhecimento em marketing digital pode fazer a diferença, oferecendo alternativas estratégicas para tornar a experiência de revenda mais lucrativa, isso é essencial para quem deseja se destacar diante da concorrência.

O que este artigo aborda:

Como fazer marketing para revendedores na internet

Para aumentar o número de vendas e ganhar destaque no mercado de revenda de lingerie, não é preciso ser um expert em marketing digital, mas o conhecimento em algumas ferramentas pode trazer resultados e facilitar a construção de diferenciais para atrair mais clientes.

Então, para entender como fazer marketing para revendedores, confira os principais pontos de uma estratégia de sucesso.

1. Pense na identidade da marca

O ponto de partida para quem trabalha com revenda de lingerie é pensar na identidade visual da marca.

Esse fator ajuda o público a identificar a revendedora diante das demais e é a primeira impressão que a marca passa para as clientes.

De acordo com o Sebrae, a identidade visual da marca “deve abranger todas as etapas e materiais envolvidos no ato da venda”.

Portanto, o primeiro passo é pensar em um nome e criar uma logo.

A partir desses dois aspectos, a revendedora deve incorporá-los em detalhes como nas etiquetas, por exemplo.

Depois que a revenda começar a apresentar lucros, a imagem também pode aparecer em embalagens, cartões e etc. 

2. Aposte em uma plataforma de e-commerce 

Por meio da plataforma de e-commerce é possível gerenciar e ver toda a loja no meio digital, como adicionar as informações dos produtos para os clientes, atualizar os produtos do estoque, ajustar os preços, entre outras ações.

Atualmente, existem várias opções para criar o próprio canal de e-commerce de revenda de lingerie.

Vale avaliar a qualidade e as recursos que cada uma oferece.

Será por meio da plataforma que os clientes poderão acessar o catálogo e fazer a compra das lingeries.

3. Esteja presente nas redes sociais

Segundo um estudo feito pela Hootsuite em parceria com a WeAreSocial, mais de 4,2 bilhões de pessoas usam as redes sociais pelo mundo, o que é 53,6% da população mundial.

Por esse motivo, mais do que nunca os revendedores de lingerie precisam usar aplicativos estratégicos para se estabelecer no mercado.

Instagram, Facebook, Twitter, TikTok e WhatsApp são algumas das plataformas mais usadas e podem servir de vitrine para marcas de moda íntima.

As redes são boas ferramentas para interagir com o público, construir a imagem da marca e conquistar mais clientes.

Em algumas é possível investir em patrocínio de posts para que os produtos alcancem ainda mais pessoas.

4. Como fazer marketing para revendedores com a produção de conteúdo

Por meio das redes sociais é possível apostar na produção de conteúdos relevantes no segmento de moda íntima.

Além de informar sobre os produtos, também é essencial investir em informações sobre a saúde feminina, curiosidades sobre o universo da lingerie, entre outros.

Assim, apostar em conteúdo digital ajuda a marca a se colocar como autoridade nos assuntos relacionados e também a criar uma relação mais forte com os clientes.

O Sebrae alerta que o conteúdo deve reforçar a identidade do negócio, tendo o cuidado com a qualidade das informações e das imagens divulgadas.

5. Pense em promoções e descontos

Um dos aspectos que chamam a atenção dos clientes são as promoções e descontos.

Afinal, eles são atrativos para quem trabalha no varejo de moda e podem fazer parte de ações específicas, como por exemplo, queima de estoque em finais de temporadas, como orienta o Sebrae.

Além dos descontos e promoções, também vale pensar em estratégias como: brindes, pequenos brincos, pulseiras ou chaveiros simples.

Esse tipo de abordagem faz o consumidor se sentir querido pela marca, aumentando as chances de uma futura venda. 

6. Como fazer marketing para revendedores com influenciadores digitais

As redes sociais trouxeram uma nova oportunidade de divulgação para as marcas.

O trabalho dos influenciadores digitais é um meio para levar a revenda de lingerie para mais pessoas na internet.

Com o marketing de influência, eles conseguem falar diretamente com o público, gerando mais identificação e visibilidade para o negócio.

Atualmente, é possível apostar também em micro influenciadores, pessoas que apesar de não terem muitos seguidores, conseguem divulgar produtos, alcançando pessoas da região onde a marca atua.

7. Varie as formas de pagamento 

Um dos fatores que mais influenciam na compra de um produto é a forma de pagamento oferecida pela revendedora.

Então, ao decidir trabalhar com revenda de lingeries, é preciso estar atento às escolhas das clientes para que seja possível agradar cada uma delas.

De modo geral, indica-se investir em várias formas de pagamento, afinal, algumas preferem pagar no boleto à vista e outras usam o cartão de débito ou crédito.

Conclusão

Em suma, essas são as 7 melhores formas de como fazer marketing para revendedores.

Portanto, não deixe de colocar todos esses métodos em prática para colher os resultados.

Contudo, lembre-se que é essencial ter paciência e dedicação no marketing.

Afinal, o resultado pode variar de acordo com a abordagem adotada, o público e outros fatores.

Lucas Ferraz

Especialista em SEO, aumento de tráfego e geração leads com mais de 310 campanhas no portfólio. Certificado pela Blue Array Academy e pela SEMRush.

1

Pode ser do seu interesse

O que é SEO?

O que é SEO?

Como criar marca para empresa: 10 dicas práticas de especialistas

Como criar marca para empresa: 10 dicas práticas de especialistas

Brindes personalizados para empresas: entenda tudo

Brindes personalizados para empresas: entenda tudo

Painéis de LED letreiro e outdoor para propaganda de empresas e igrejas

Painéis de LED letreiro e outdoor para propaganda de empresas e igrejas

Por que anunciar no Google Ads?

Por que anunciar no Google Ads?

Marketing digital para corretores de imóveis

Marketing digital para corretores de imóveis